Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher e Dia nacional de redução da morte materna

Nesse dia 28 de maio, duas datas muito importante para a saúde e para as mulheres são criadas com o objetivo de conscientizar, apoiar e lutar pelos direitos delas. Mais do que uma homenagem, esse dia deve ser lembrado visando a qualidade de vida das mulheres.

 

O dia internacional de luta pela saúde da mulher foi instituído pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para conscientizar e apoiar países que muitas vezes têm uma grande parcela da população de mulheres que vivem sem apoio as mulheres. Com o objetivo de engajar toda a sociedade e proporcionar o desenvolvimento na área da saúde, esse dia age como uma forma de apoiar todas as mulheres do mundo, melhorando o sistema de saúde precário, reduzindo as mortes e garantindo o bem-estar das mulheres.

 

O dia nacional de redução da morte materna que também é lembrada neste dia, tem como objetivo, assim como a luta pela saúde da mulher, agir na sociedade de forma consciente e principalmente visar a melhoria na área da saúde. As mortes consideradas maternas são aquelas que acontecem devido a complicações da gestação, no parto ou até 42 dias depois do término da gravidez.

 

Os dados de mortalidade materna no Brasil sempre foram preocupantes, e para diminuir esses números o Ministério da Saúde realizou ainda o Pacto Nacional pela Redução da Mortalidade Materna e Neonatal. Entre as ações realizadas estão o planejamento reprodutivo, que pode reduzir as complicações em uma gravidez indesejada e a atenção humanizada ao parto e nascimento e a qualificação de profissionais para atender às urgências e emergências obstétricas. Tais iniciativas têm como objetivo reduzir 5% dos óbitos ao ano e chegar à meta estabelecida pela Organização Mundial da Saúde, de 20 para cada 100 mil nascidos vivos em 20 anos.

 

O dia 28 reúne uma série de ações de conscientização e apoio às mulheres, realizadas pelas diversas organizações em todo o Brasil e o mundo.

Tags: , , , , , ,

Deixe um comentário