Dia Nacional dos Ostomizados – 16 de novembro

A Lei número 11.506/2007 definiu que em homenagem à fundação da Sociedade Brasileira dos Ostomizados, em 1985, no dia 16 de novembro toda a população do Brasil se une em torno de um ideal: deixar de lado o preconceito contra as pessoas que utilizam o procedimento da Ostomia.
 
As pessoas Ostomizadas são aquelas que passam por um procedimento cirúrgico (Ostomia), que faz a desconexão de alguma parte do tubo digestivo, urinário, aparelho respiratório, entre outros, onde um tubo será ligado pela abertura denominado estoma. Esse procedimento geralmente é feito em pessoas que sofreram lesões, ou quando alguma doença como o câncer de intestino, bexiga, etc, prejudicam os órgãos, e é preciso intervir para garantir a qualidade de da saúde da pessoa e uma nova oportunidade de vida.
 
Muitas vezes, o portador de uma ostomia sofre com o preconceito, devido ao fato de que após a cirurgia o paciente deve ter cuidados especiais e algumas limitações, mas nada impede que ele mantenha uma vida normal de afazeres. O principal desafio é a própria aceitação da pessoa que foi submetida à cirurgia, passando a entender os desafios e aceitar a sua nova condição de vida. Dessa forma, nada mais certo do que conscientizar as pessoas que convivem com ostomizados de que devem deixar o preconceito de lado e ajudar as pessoas que passam por esses desafios, servindo como apoio.

Outubro está acabando, mas a consciência rosa deve acontecer o ano inteiro!

Segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer) no Brasil, o câncer de mama é o que mais causa mortes entre as mulheres. Desenvolvido pela presença de um tumor maligno, o Câncer de mama tende a ser muito perigoso por ser uma doença silenciosa. Os sintomas do câncer de mama podem ser encontrados por um nódulo ou tumor no seio. Por isso os exames preventivos são extremamente essenciais, tanto o auto-exame quanto o acompanhamento médico pela mamografia.
 
Prevenção é essencial! Entre nessa luta em busca da saúde e bem-estar de todas as mulheres.
 

29 de outubro – Dia mundial da Psoríase

Muitas pessoas não conhecem ou possuem diversas dúvidas sobre as doenças que afetam pessoas de todo o mundo. A Psoríase é uma delas, trata-se de uma doença inflamatória crônica que atinge a pele, sua causa ainda é indefinida, mas na maioria das vezes é hereditário ou genético. A doença atinge cerca de 3% da população mundial, e pode se desenvolver em qualquer idade, porém é mais comum na infância, início da idade adulta e depois dos 40 anos, tanto em homens quanto em mulheres.
 
Alguns estudos mostram que alguns fatores podem estar ligados ao desenvolvimento da doença, tais como estresse emocional, traumas ou irritações na pele, infecções na garganta, baixa umidade do ar, etc. É importante afirmar que a Psoríase não é uma doença contagiosa. Seu tratamento varia de acordo com o tipo ou estágio da doença, podendo ser local, ou auxiliado com fototerapia.
 
Seus sintomas mais comuns são caracterizados por lesões avermelhadas ou rosadas, recobertas por escamas esbranquiçadas, e geralmente aparecem em mais de um lugar do corpo, causando também uma leve coceira.
 
A Sociedade Brasileira de Dermatologia realiza ações todos os anos com o objetivo de alertar as pessoas sobre os sintomas a fim de conscientiza-las a acabar com o preconceito da contaminação por contato, algo que não acontece! A data foi escolhida visando a qualidade de vida e bem estar das pessoas que convivem com a doença e conscientização dos demais.
 
Para saber mais acesse:
Site oficial do Dia Mundial da Psoríase
Sobre a Psoríase
Sociedade Brasileira de Dermatologia

Dia Nacional da Prevenção de Acidentes do Trabalho

No dia 27 de julho comemoramos o dia nacional de prevenção de acidentes do trabalho. Como todas as datas estipuladas, ela foi escolhida para conscientizar e lembrar as pessoas da importância de estarem sempre seguros e protegidos na hora de desempenhar suas tarefas no trabalho seja qual for a profissão.

 

E pra mostrar que o Brasil preza pela segurança dos trabalhadores, fomos o primeiro país a ter um serviço obrigatório de segurança e medicina do trabalho em empresas com mais de 100 funcionários, e essa iniciativa aconteceu a partir do decreto do dia 27 de julho de 1972, feito pelo então ministro do trabalho Júlio Barata.

 

Cabe principalmente as empresas fornecerem equipamentos e condições seguras de trabalho para seus funcionários. Mas a garantia de um trabalho seguro depende também da responsabilidade dos trabalhadores, seguindo as regras determinadas que garantam a prevenção de acidentes.

 

Vamos juntos garantir a saúde e bem-estar dos funcionários, fornecendo esses subsídios para um trabalho digno e seguro, garantindo assim que o Brasil tenha ambientes saudáveis e seguros para os milhões de trabalhadores.

02 de julho: Dia do hospital

O dia do hospital é comemorado nessa data devido a fundação da Santa Casa de Misericórdia, em Santos, um dos maiores hospitais do Brasil, no ano de 1945. O objetivo de essa data ser instituída é para homenagear e valorizar os profissionais que dedicam grande parte de suas vidas para trabalhar em hospitais zelando pela vida e bem-estar de outras pessoas.
 
Todos sabem que a rotina de um ambiente hospitalar é agitada e cheia de imprevistos. Dessa forma, exige profissionais dedicados e qualificados a exercer suas funções com qualidade e ética, entre eles estão médicos, enfermeiros, radiologistas, terapeutas, psicólogos, entre outros.
 
Infelizmente, a saúde é um pouco deixada de lado em algumas situações pelos governantes. É comum vermos noticiários de hospitais precários e sem estrutura o que acaba prejudicando a saúde ou recuperação de milhares de brasileiros. O problema está na aplicação de políticas públicas e leis que melhorem a qualidade dos serviços de saúde e apoio aos profissionais. Vale lembrar que para que isso aconteça, cabe a população também exercer o seu papel, exigindo melhorias e fiscalizando as ações dos políticos que a sociedade mesmo escolheu, cobrando promessas de melhores condições na área da saúde.

Campanha de vacinação contra paralisia infantil 2012

Começou nesse fim de semana, dia 16 de junho, a principal campanha contra a paralisia infantil de 2012, e o período de vacinas vai até o dia 06 de julho, onde meta do governo é imunizar mais de 14 milhões de crianças em 115 mil postos de vacinação durante a campanha. A primeira dose vacina é garantida para todas as crianças menores de 5 anos.

 

As gotinhas recebidas pelas crianças evitam a poliomielite, a doença que causa a paralisia infantil, foi de alta incidência no país em anos anteriores, deixando centenas de deficientes físicos por ano. Porém ações e campanhas como essa, fizeram com que a doença fosse erradicada do nosso país. Dessa forma, o Brasil assume o compromisso de estar sempre buscando melhorias na saúde e mantendo as campanhas para impedir a disseminação da doença.

 

O novo esquema de vacinas adotado em várias partes do mundo e agora também no Brasil começa a partir de agosto, será a combinação das gotinhas com a forma injetável da vacina, o que dá mais garantia de eficácia ao método. Segundo o ministério da saúde, o novo modelo que foi anunciado no início do ano será mantido e as crianças que nascerem a partir de agosto irão tomar a primeira dose aos dois meses e a segunda aos quatro meses de forma injetável. Já a terceira dose (aos seis meses), a quarta dose (aos 15 meses) e os reforços continuam com a vacina oral, ou seja, as duas gotinhas.

 

Vamos cuidar das crianças do nosso país e prezar a qualidade de vida delas! Lembre-se: A campanha de vacinação vai até o dia 06 de julho. Avise seus amigos, familiares e vizinhos que tem filhos com menos de cinco anos, juntos vamos manter o Brasil livre da paralisia infantil!

Inverno: cuidados com a saúde são essenciais

A época mais fria do ano está chegando e os cuidados com a saúde devem ser maiores e devemos dar muita atenção a essa mudança de clima. As doenças respiratórias e a pressão arterial podem se agravar, e os cuidados são uma forma de prevenção para garantir o bem-estar dessa estação.

 

Com a diminuição da umidade relativa do ar, ventos frios e principalmente a queda da temperatura podem causar vários incômodos para o nosso corpo, causando os desagradáveis resfriados, gripes e alguns tipos de alergia. Muitas vezes, são os nossos hábitos de inverno que podem agravar a situação das doenças, tais como manter-se em lugares fechados com mais pessoas durante bastante tempo, expor-se a uma temperatura mais baixa subitamente, entre outros.

 

Muitas pessoas desconhecem, mas o inverno oferece riscos como o enfarte, e a explicação para isso é por que os vasos sanguíneos sofrem um estreitamento com a queda das temperaturas, o que pode sobrecarregar o coração. Já os resfriados que atingem uma grande parte da população são decorrentes das mudanças bruscas de temperatura e a falta de cuidados básicos como agasalhar bem, por que apesar de aparentemente inofensivos, essas doenças podem encaminhar o indivíduo para um quadro de pneumonia entre outras doenças mais graves.

 

Por isso, o Pesquisa Saúde listou algumas dicas práticas e que irão lhe ajudar a passar o inverno sem se render ao mal-estar:

 

- Agasalhe-se, por mais óbvia que seja essa dica, muitas pessoas insistem em desafiar o corpo, que deve se manter aquecido;

 

- Evite lugares fechados com um grande aglomerado de pessoas;

 

- Evitar a exposição prolongada em ambientes aquecidos artificialmente;

 

- Evite banhos prolongados na água muito quente, para evitar o ressecamento da pele;

 

- Mantenha uma alimentação saudável e não tenha preguiça de praticar exercícios.

 

Dia Mundial da Saúde Digestiva

 Nesse dia 29 de maio comemoramos o dia mundial da saúde digestiva com o objetivo de conscientizar as pessoas a cerca principalmente da alimentação e cuidados com a saúde.

 

Segundo dados da Organização Mundial de Gastroenterologia, cerca de 20% da população de todo o mundo sofre com problemas intestinais, e o pior de tudo é que cerca de 90% não procura profissionais especializados para reverter a situação e preferem tentar solucionar o problema sozinhos, através de técnicas que um amigo ensinou o pior ainda recorrem à automedicação.

 

Uma boa saúde digestiva evita incômodos e mal estar desnecessário, pois um dos fatores que mais complicam e causam doenças digestivas é a alimentação, dessa forma, depende da pessoa e sua educação alimentar, que deve buscar alimentos saudáveis e seguir as dicas que todos conhecemos, mas muitas vezes desconsideramos.

 

Ao notar alguma complicação ou algum distúrbio, tome uma atitude e visite um médico especializado, evite passar por dores e incômodos e principalmente reavalie sua alimentação e seus hábitos, siga as dicas que lhe serão passadas e lembre-se: valorize sua saúde e seu bem-estar.

Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher e Dia nacional de redução da morte materna

Nesse dia 28 de maio, duas datas muito importante para a saúde e para as mulheres são criadas com o objetivo de conscientizar, apoiar e lutar pelos direitos delas. Mais do que uma homenagem, esse dia deve ser lembrado visando a qualidade de vida das mulheres.

 

O dia internacional de luta pela saúde da mulher foi instituído pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para conscientizar e apoiar países que muitas vezes têm uma grande parcela da população de mulheres que vivem sem apoio as mulheres. Com o objetivo de engajar toda a sociedade e proporcionar o desenvolvimento na área da saúde, esse dia age como uma forma de apoiar todas as mulheres do mundo, melhorando o sistema de saúde precário, reduzindo as mortes e garantindo o bem-estar das mulheres.

 

O dia nacional de redução da morte materna que também é lembrada neste dia, tem como objetivo, assim como a luta pela saúde da mulher, agir na sociedade de forma consciente e principalmente visar a melhoria na área da saúde. As mortes consideradas maternas são aquelas que acontecem devido a complicações da gestação, no parto ou até 42 dias depois do término da gravidez.

 

Os dados de mortalidade materna no Brasil sempre foram preocupantes, e para diminuir esses números o Ministério da Saúde realizou ainda o Pacto Nacional pela Redução da Mortalidade Materna e Neonatal. Entre as ações realizadas estão o planejamento reprodutivo, que pode reduzir as complicações em uma gravidez indesejada e a atenção humanizada ao parto e nascimento e a qualificação de profissionais para atender às urgências e emergências obstétricas. Tais iniciativas têm como objetivo reduzir 5% dos óbitos ao ano e chegar à meta estabelecida pela Organização Mundial da Saúde, de 20 para cada 100 mil nascidos vivos em 20 anos.

 

O dia 28 reúne uma série de ações de conscientização e apoio às mulheres, realizadas pelas diversas organizações em todo o Brasil e o mundo.

26 de maio: Dia nacional de Combate ao Glaucoma

O Glaucoma é uma doença causada pelo excesso de pressão dentro dos olhos, afetando o nervo óptico e outras complicações, comprometendo a visão e podendo até provocar a cegueira. Infelizmente na maioria das vezes a doença só diagnosticada quando o estágio já está avançado, dessa forma é muito importante fazer consultas periódicas a um oftalmologista.

 

Entre os sintomas que o Glaucoma apresenta, o sintoma que mais se destaca é a baixa da visão, principalmente, a periférica, porém eles não são aparentemente visíveis no início da doença, por isso a importância de exames preventivos.

 

O glaucoma é a maior causa de cegueira irreversível no mundo e no Brasil, cerca de 2% da população é portadora da doença, sendo que em muitos casos, não sabem que são portadores e por isso não fazem o tratamento correto. O glaucoma não possui cura, porém se descoberto num estágio não muito avançado possui tratamento.

 

Por isso, pessoas com 40 anos ou mais devem visitar regularmente um oftalmologista e manter a saúde de seus olhos em dia. É importante também que sejam feitos exames preventivos, que além de indolores são rápidos e fáceis. Além disso, o glaucoma pode estar ligado à herança familiar, por isso pessoas que se encaixam neste quadro devem estar atentas aos sintomas.